Museu Câmara Cascudo mostra sincretismo religioso nas tradições juninas do nordeste

As fogueiras acesas nas noites de junho mostram a devoção dos nordestinos aos santos católicos e ao orixá Xangô nas religiões afro-brasileiras. O Museu Câmara Cascudo explora as tradições de fé do período na nova mostra “Olha pro céu meu amor: os santos de junho”, em cartaz de 23 de junho a 9 de julho, a primeira desde a reabertura em março. A mostra traz ao público imagens dos santos juninos, como Santo Antônio, São João e São Pedro, além de explorar as marcas do sincretismo com as religiões de matriz africana, sob a personificação de Xangô. As tradições profanas também têm espaço, com esculturas e bonecos de mamulengos que representam a música, as festas e a culinária da região no período junino.

A exposição conta com peças do acervo próprio do MCC e também cedidas por colecionadores, alguns deles datados dos séculos XVII e XVIII. Também estão disponíveis peças recentes criadas por artistas locais como os potiguares Santana e Gregório, o pernambucano Silviano e o paraibano Júlio Cassiano. A mostra traz ainda os destaques do acervo da Biblioteca Setorial Veríssimo de Melo, com gravuras e trechos de livros de Câmara Cascudo, Raul Lody e Veríssimo de Melo.

A exibição temporária está disponível no 1° piso do Museu Câmara Cascudo. A visitação pode ser feita livremente das 08h30 às 12h e das 13h às 17h, de terça à sábado. A entrada é gratuita.

Serviço: 

Mostra “Olha pro céu meu amor: os santos de junho”
23 de junho a 9 de julho
Terça a sábado, das 8h30 às 12h e das 13h às 17h
No Museu Câmara Cascudo – Av. Hermes da Fonseca, 1398, Tirol
Entrada Gratuita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.